Um desabafo sobre a incerteza de uma nova fase

Com o término da faculdade, vem também uma série de mudanças… Mudanças estas que dão um frio na barriga quando as proporções começam a ser exploradas pela minha parceira mental, a minha ansiedade. Então o objetivo deste post é justamente me ajudar a traçar uma linha de objetivos para essa nova fase, então antes de chegar a este horizonte primeiro vamos passar por uma historinha…

Uma vez, em um exercício passado pela minha psicóloga, tive que fazer um levantamento do que eu considerava “uma vida adulta interessante”. Este exercício foi proposto pois eu estava muito desmotivado com a minha própria vida, sem vontade de investir no presente e sem ver bons ventos no futuro.
Para tentar mostrar para mim mesmo que uma vida adulta pode ser interessante, sem viver apenas no automático (ditado por uma rotina que consome os ânimos e esperanças), elaborar esta lista expos, de uma maneira tangível, uma série atividades as quais devo distribuir pelo meu dia-a-dia para não beirar novamente as margens de uma vida deprimida.

Dessa forma eu fui capaz de definir um pouco melhor a minha identidade em termos de interesses, hobbies e até mesmo melhorar um pouco a minha inteligência emocional, pois passei a ter melhor conhecimento do que me faz bem ou mal, e também como lidar melhor com estas situações.

Mas enfim, todo este rodeio de informações prévias são para tentar descrever a minha insegurança e desconhecimento (provavelmente até despreparo) em relação à minha “estréia no mundo adulto”, por assim dizer… Em termos práticos o caro leitor pode estar supreso e se perguntando: “Mas porra, Adriano, 25 anos nas costas e só agora vai entrar na vida adulta?!” – Pois é… Eu diria que somente agora estou entrando na minha fase adulta, e nem de perto isso significa que eu esteja pronto para tudo que esta fase virá cobrar de mim.
Mas isso não significa que me sentirei totalmente amedrontado por todas as minhas dúvidas e incertezas. Muito pelo contrário! Após passar pelo meu período depressivo, eu saí com a vontade de tirar este suposto atraso (e em algum post futuro vou explicar melhor sobre esta sensação de atraso) que sinto.

Para fechar: conviver com ansiedade e perfeccionismo (recém descoberto) é um desafio para todos os dias… Achar que o quê estou fazendo está incompleto ou insuficiente perante o que os outros esperam de mim e, acima de tudo, o que eu mesmo acho que deveria ser capaz de oferecer para os outros é uma sensação que consome… de verdade!
Mas desde quando identifiquei essas duas características presentes e influentes no meu cotidiano, as coisas passaram a melhorar!
A ansiedade é tratada via medicamentos, pois pelo que parece é a química do cérebro que gera um transtorno que me faz lidar mal com a sensação de ansiedade. Já o perfeccionismo deve ser trabalhado com aborgadens comportamentais, uma das quais é a motivação e existência deste espaço pessoal. Ao final deste post eu vou enviá-lo e, com certeza, vou ficar com a sensação de que poderia ter me explicado melhor… Isso me faz ir cada vez mais fundo nos assuntos, impedindo que eu consiga encerrar alguma linha de pensamento, pois passo a abrir a conversa em novos ramos, sem colocar ponto final em nada.

Que os meus defeitos se tornem meus aliados!

Introdução, aquele primeiro post

Ahá! Criei um blog! XD

O intuito deste blog é ser um espaço pessoal, não necessariamente eu pretendo sair divulgando posts por aí esperando fazer sucesso. Por outro lado isso não quer dizer que eu não me importe com o conteúdo e qualidade do que será colocado aqui…

Além deste blog eu pretendo criar outros dois, cujos conteúdos são distintos o suficiente para separá-los em duas páginas. Um deles eu pretendo falar de programação e minhas atividades como programador. O outro será para o meu lado criativo, onde irei falar de criação de histórias, fantasia e talvez RPG.

Enfim, para um primeiro post está ótimo!
Conforme novos posts forem surgindo eu espero que este lugar vá ficando cada vez mais com a minha cara, então ainda vou aprender a usar melhor o WordPress.

Mais informações pessoais podem ser encontradas aqui.